Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cada um no seu Quadrado

Cada um no seu Quadrado

A primavera não sabe

02.03.21, Natalina Faustino Macedo

IMG_20210301_174012.jpg

Passam os meses, mantém-se as vontades e a esperança.

Março chegou e com ele aparecem os primeiros sinais de primavera.

A primavera não sabe que estamos novamente em suspenso, dia após dia, observando o vento lá fora que faz dançar as folhas, os nossos sonhos e a nossa alma.

A primavera não sabe nem quer saber da velocidade do mundo, tem no seu papel um revigorante banho de esperança, como se as flores abrandassem a tristeza e a saudade dos tempos idos em que a liberdade nos convidava a sair.

A primavera não sabe da aflição de cada coração que trava a dura batalha contra a revolta e o desespero de ver os seus negócios ou os seus trabalhos de uma vida a levantarem os pés do chão como se um furacão os revolvesse.

A primavera não sabe que as suas flores são agora dos que partiram e deixaram um lugar vazio e cheio de saudade.

A primavera não sabe quando voltaremos a ser livres, mas sabe que sempre que for a sua vez de brilhar não falatará ao encontro.

Sejam primavera na vida do próximo.

Sejam as flores que alegram a alma e o perfume que faz sonhar.

Sejam mais por vós e por alguém, mesmo que continuemos Cada um no seu Quadrado.

 

 

 

 

2 comentários

Comentar post